Flash de Notícias

SECA e DEJECTOS a caminho da Ribeira do Vale da Vacariça

Alcides Branco, SA premiada pela CCDRC
Em Portugal, inaceitávelmente, “O Mau É Bom”!

2007.10.21 

 

Subscrever Newsletter

Newsletter ADELB:







powered_by.png, 1 kB

Relações Sociais criar PDF versão para impressão enviar por e-mail
A ADELB tem como linha de conduta objectivada, embora não sendo infalível, manifestar o seu apoio e congratulações aos sócios que de algum modo contribuam directa ou indirectamente, a nível local ou nacional, para o engrandecimento quer do Luso-Buçaco quer de Portugal.

Assim, entendeu e bem a ADELB manifestar ao seu sócio honorário nº 2-H/65, “FUNDAÇÃO ORIENTE”, e na pessoa do seu ilustre Presidente, Sr. Dr. Carlos Monjardino, o seu mais profundo regozijo e as maiores congratulações pelo conhecimento do seu envolvimento no maior projecto eólico nacional através do GRUPO GENERG do qual também é o Presidente do respectivo Conselho de Administração. Nesta mesma oportunidade aproveitou a ADELB para ousar lembrar ao Sr. Dr. Carlos Monjardino as potencialidades existentes no planalto da Serra do Buçaco para a instalação de estrutura dentro do mesmo âmbito até por nele existirem os tão conhecidos moinhos de vento.

Pela parte do Sr. Dr. Carlos Monjardino foi-nos comunicada a satisfação pela recepção da nossa posição supra referida bem como pela interessante sugestão por nós lançada da qual tinha sido já dado conhecimento ao Sr. Engº. Hélder Serrano da Generg com vista ao respectivo estudo.

Apresenta-se, a título informativo, o organograma do GRUPO GENERG,

 

 

Por outro lado, a ADELB procura estar também com o máximo de atenção a todos os acontecimentos que possam colocar em causa, de qualquer forma, o bom nome do Luso-Buçaco e do concelho em que se integra, como sucedeu recentemente, em que a direcção da ADELB, promoveu os mais diversos contactos com as entidades, caso dos Srs. Presidentes da Câmara Municipal de Mealhada, da ACIM e outras, mais directamente responsáveis na preservação da imagem do produto gastronómico ex-libris do nosso concelho – o leitão assado à Bairrada -, alertando-as desde o próprio dia em que saiu o artigo no Jornal “Expresso”, da autoria de Jorge Fiel, para a gravidade do mesmo por denegrir duma forma escandalosamente falsificada (quem sabe se encomendada) aquele nosso precioso produto concelhio e para a consequente necessidade duma resposta rápida e eficaz. Deverá ser um caso sempre presente nos industriais da restauração que comercializam este produto pois são eles que detêm o papel principal na construção da imagem do mesmo, boa ou má, a qual deve ser desejada como a mais qualificada e eternizada possível.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
(C) 2018 ADELB